Fugindo da pista suja, Serra supera Fraga por 0s027 e faz a pole em Campo Grande

Daniel Serra é o homem a ser batido em Campo Grande. Atual campeão e líder do campeonato, o piloto da equipe RC vai largar na frente mais uma vez nesta temporada. No traiçoeiro circuito da capital do Mato Grosso do Sul, no qual a abrasividade do asfalto e a sujeira levam os pilotos a cometer erros com frequência, o filho do tricampeão Chico Serra colocou o carro 29 na primeira posição do grid. Por apenas 27 milésimos, ele superou felipe Fraga, o último vencedor da Stock nesta pista.

– De novo, a gente não esperava fazer a pole. Fraga foi muito rápido no Q2. A gente melhorou muito o carro de ontem para hoje, porque essa pista é muito difícil de entender o que está acontecendo no carro, pelo desgaste de pneus, tudo. A gente conseguiu ter paciência, entender bem o carro, o que precisava para fazer um bom Q3. Estou bem feliz. A pole é importante, mas não é definitivo. Aqui a pista é muito suja, o desgaste de pneus é alto, vai ser importante saber como lidar com este desgaste – disse Serra.

photo5170297496990230520
Antes das voltas de Serra e Fraga, Max Wilson chegou a ser o mais rápido no Q3 (Foto: Duda Bairros / Stock Car)

Cuidado com a farofa!

A frustração de Felipe Fraga não foi apenas por perder a pole position, mas também por ter que largar do lado mais sujo da pista. Por ficar fora do traçado ideal, mais emborrachado, os pilotos que largam em posições pares do grid costumam ter mais problemas para frear nas disputas por posições, por encontrarem a pista mais suja. É o que eles chamam de “farofa”: uma mistura de poeira, terra, pedriscos e tudo o que diminui a aderência.

– Ainda assim, é melhor largar em segundo do que em terceiro, quarto ou quinto. Quero pedir desculpas à minha equipe, porque o carro estava muito bom. A gente tinha carro para fazer a pole com uma boa distância para o segundo, mas não foi a volta perfeita. Eu não errei, mas sobrou pista, sobrou carro. Estou perto do Daniel, vou tentar ir para cima dele amanhã e ganhar a corrida – lamentou o campeão de 2016.

Líder do campeonato domina o Q1

Vindo de uma pole position na Corrida do Milhão, disputada em um circuito com média de velocidade superior a 200 km/h, Daniel Serra mostrou que seu carro tem um bom acerto para diferentes circuitos e mostrou superioridade no Q1, quando os 29 carros vão à pista divididos em dois grupos. Ele ficou à frente de Felipe Fraga, Lucas di Grassi, Átila Abreu e Marcos Gomes – todos eles, vencedores de corridas em 2018.

Fraga mostra força no Q2

Com os 15 mais rápidos na pista, os pilotos tiveram a missão de definir quem partiria para a superpole (Q3). No abrasivo asfalto de Campo Grande, isso causou algumas escapadas, levantando terra e sujando a pista. Vencedor em 2015, Fraga mostrou velocidade e ficou à frente de Serra, Cacá Bueno, Thiago Camilo, Di Grassi e Max Wilson. Vencedor da Corrida do Milhão, Rubens Barrichello ficou com a oitava posição acabou fora do Q3.

Por 0s027, Serra garante a pole no Q3

Com o Q3 disputado em voltas lançadas, na ordem inversa às posições do Q2, os pilotos arriscaram sobre o asfalto quente da capital do Mato Grosso do Sul. O primeiro a ir para a pista foi Max Wilson, que marcou 1m24s650. Marca que não foi batida por Di Grassi, Camilo, Cacá. O carro 65 só foi superado pelo companheiro de equipe, Daniel Serra, e por Felipe Fraga, último a ir para a pista. Melhor para Daniel Serra, que fez 1m24s611, superando Fraga por 27 milésimos de segundo.

Veja como ficou o grid de largada:

  1. Daniel Serra (RC) – 1m24s684
    2. Felipe Fraga (CRT) – 1m24s611 (+ 0s027)
    3. Max Wilson (RC) – 1m24s650 (+ 0s066)
    4. Cacá Bueno (CR) – 1m24s785 (+ 0s201)
    5. Lucas Di Grassi (RCM) – 1m24s840 (+0s256)
    6. Thiago Camilo (A. Mattheis) – 1m25s261 (+0s677)

Eliminados no Q2

  1. Rafael Suzuki (Hot Car)
    8. Rubens Barrichello (Full Time Sports)
    9. Gabriel Casagrande (Vogel)
    10. Marcos Gomes (CR)
    11. Cesar Ramos (BFM)
    12. Valdeno Brito (Carlos Alves)
    13. Ricardo Zonta (TMG)
    15. Átila Abreu (TMG)
    16. Julio Campos (R. Mattheis)

Eliminados no Q1

  1. Ricardo Maurício (Full Time Sports)
    17. Vitor Genz (Carlos Alves)
    18. Nelsinho Piquet (Full Time Academy)
    19. Antonio Pizzonia (R. Mattheis)
    20. Allam Khodair (BFM)
    21. Galid Osman (Cavaleiro Racing)
    22. Felipe Lapenna (Cavaleiro)
    23. Diego Nunes (Full Time Academy)
    24. Bebu Girolami (Hot Car)
    25. Denis Navarro (Cavaleiro)
    26. Bia Figueiredo (A. Mattheis)
    27. Bruno Batista (RCM)
    28. Guga Lima (Vogel)
    29. Lucas Foresti (CRT)

A largada para a primeira corrida da rodada dupla de Campo Grande da Stock Car será às 13h deste domingo, no horário de Brasília. O SporTV 2 abre a transmissão meia hora antes, com entrevistas e curiosidades. A corrida 2 tem largada prevista para as 14h05.

 

 

Fonte: G1.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s