Pequenos empresários passam a contar com Sala do Empreendedor para otimizar processos

A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia (Sedesc), entregou nesta quinta-feira (30) a primeira Sala do Empreendedor, parte do projeto Campo Grande Empreendedora, instalada na Incubadora Municipal Mário Covas. A iniciativa visa otimizar processos para micro e pequenos empresários de Campo Grande.

O projeto é uma ação integrante do programa de gestão desenvolvido pela Sedesc, em parceria com diversas unidades governamentais (Agetec, Semadur, Sefin, Sebrae) e não governamentais, e tem como propósito disseminar a educação empreendedora, fomentando o fortalecimento dos pequenos e micro empreendedores campo-grandenses, com orientações, processos simplificados e desburocratizados, levando criatividade, incentivos e conhecimentos que facilitem a abertura e regularização de empresas na capital.

“Muitas vezes a gente tem um sonho e não consegue realizá-lo por falta de apoio, de auxílio. Esse programa (Campo Grande Empreendedora) onde a Prefeitura oferece, em produtos gratuitos, capacitação e conhecimento, quer dizer ao empreendedor que ele não está sozinho. E, que ele tem uma mão amiga para ajudá-lo”, disse o prefeito Marquinhos Trad, durante o ato de inauguração da sala.

Ao comentar as ações constantes na programação de aniversário da cidade, a vice-prefeita Adriane Lopes disse que “São ações concretas, mudando a realidade da cidade. Desde o início da gestão temos focado na capacitação de pessoas, no empreendedorismo. Este espaço que estamos entregando hoje é a abertura de portas para que muitas pessoas tenham novas oportunidades para se fortalecer no mercado e diante da concorrência”.

Aquele empurrãozinho que o empreendedor precisa. Foi assim que o secretário da Sedesc, Luiz Fernando Buainain, definiu o papel das incubadoras municipais e, por extensão, das duas salas do Empreendedor que a Prefeitura está entregando. “Esses espaços foram criados para tratar o empreendedor com muito carinho, com muita atenção. Nesse aspecto, a Sedesc vai dar toda atenção para que os empreendedores sejam qualificados para o competitivo mercado empresarial de Campo Grande”, afirmou o secretário.

A segunda Sala do Empreendedor, instalada na Incubadora Norman Edward Hanson (Bairro Santa Emília), será entregue amanhã (31), às 16h00.

A incubada Ivani Marques Costa Grande, da República das Arteiras, empresa do ramo de confecção de roupas, afirmou que a Sala do Empreendedor vai ser muito importante para o trabalho das empresas lá instaladas, porque “muitos serviços burocráticos que temos que fazer fora da incubadora agora poderão ser feitos lá mesmo, no nosso ambiente de trabalho”. Segundo Ivani, “quem produz não pode sair de perto do local da produção”.

Para a empreendedora, a Incubadora Mário Covas é o local ideal para que uma empresa deslanche no mercado. “Esse espaço é perfeito! O investimento é baixo e a gente recebe toda a assessoria de gestão, finanças, entre outras coisas para desenvolver o trabalho. A equipe da Sedesc está todos os dias aqui à nossa disposição, oferecendo todo o respaldo que precisamos”, completou Ivani.

Após a abertura da Sala do Empreendedor, o prefeito Marquinhos Trad e demais convidados presenciaram um desfile realizado por modelos convidadas, apresentando roupas confeccionadas pela República das Arteiras.

Sobre as Incubadoras

Campo Grande possui quatro incubadoras de empresas, que têm como objetivo o desenvolvimento econômico e social por meio do fomento ao empreendedorismo com a melhoria de gestão e a inovação de produtos, processos e serviços. Criado em julho de 2004, através do decreto 8.982, o SMIE – Sistema Municipal de Incubação de Empresas estimula o empreendedorismo como forma de inclusão social.

A seleção dos empreendimentos a serem aceitos para incubação ocorre por meio de análise de projetos submetidos à banca de avaliação, composta por representantes das principais instituições de apoio ao micro, pequeno e médio empresário. Para permanência na incubação, os participantes devem cumprir os compromissos e prazos estabelecidos ao desenvolvimento de ações, de acordo com o Plano de Negócios.

A Incubadora Zé Pereira trabalha o segmento de artesanato; a Incubadora Francisco Giordano Neto, localizada no estrela Dalva, atende ao segmento de tecnologia; a Norman Edward Hanson, instalada no Santa Emília, atende ao segmento de produtos alimentícios; a Incubadora Mário Covas, localizada no bairro do mesmo nome, atende empresas no ramo de confecção têxtil.

Campo Grande Empreendedora

Essa ação inovadora, de grande porte e abrangência, prestará os serviços referentes à parceria entre Delegacia da Receita Federal, Secretaria da Fazenda Estadual, Instituições bancarias e a Prefeitura de Campo Grande:

Formalização do microempreendedor individual (MEI);

Alteração de dados cadastrais (MEI);

Encerramento do MEI;

Emissão de nota fiscal;

Declaração anual do SIMEI;

Certidões;

Consulta de Viabilidade;

Nacional do MEI (DASN-SIMEI);

Emissão de alvarás de funcionamento;

Alteração de dados cadastrais PMCG;

Orientação, capacitação e treinamento;

Acesso a crédito;

Acesso a licitação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s