Vereadores comemoram Dia do Maçom com homenagens na Câmara

Vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande realizaram, na noite desta quarta-feira (29), Sessão Solene em comemoração ao Dia do Maçom. A data, celebrada oficialmente no dia 20 de agosto, foi instituída no município por meio da Lei n° 4.981/11, de autoria do vereador Prof. João Rocha. No evento, foi destacada a importância das contribuições dos maçons na sociedade, pelos atos de filantropia. 

O vereador Prof. João Rocha, presidente da Casa de Leis, afirmou sobre a felicidade em pertencer à Maçonaria, o que é uma obrigação com a sociedade. Falou ainda da universalidade das ações dos maçons. “Aqui preciso revelar o segredo maçônico,  o que mais gostamos de fazer: a filantropia, o amor ao próximo. Estou revelando os segredos, que consistem em participar ativamente da vida em sociedade, procurando fazer o bem de forma universal”, afirmou. Ele agradeceu ainda aos colegas vereadores que se debruçaram a conhecer os irmãos que pertencem à Maçonaria para essas homenagens. “No momento em que o país atravessa um momento difícil, a Maçonaria sempre esteve na vanguarda, participando. Não devemos nos afastar da prática política, não pela partidária, mas pela atuação política. Os representantes que estão políticos, como nós, para representar a sociedade, precisam estar  atentos e vigilantes para contribuir com a história do país, garantir o estado democrático de direito e a liberdade de expressão”.

O secretário estadual de Governo e Gestão Estratégica de Mato Grosso do Sul, Eduardo Corrêa Riedel, que falou em nome de todos os homenageados da noite, destacou a importância da solenidade para refletir sobre o momento em que vivemos e as razões para a homenagem para celebrar o Dia do Maçom.  “Nos cabe, neste momento, a obrigação de refletir nosso papel da sociedade e o objetivo maior da homenagem, que demonstra como trabalhamos no dia a dia, nas nossas vidas e nossos estudos pela justiça e construção de uma sociedade mais livre. É importante pensarmos e agirmos em torno de causas comuns, que nos tornam pessoas melhores”, destacou.

Wagner Augusto Andreasi, Grão Mestre da Grande Loja Maçônica, destacou a importância de falar em nome das  três potências maçônicas de Mato Grosso do Sul e fez um retrospecto da história da Maçonaria, exaltando o significado dessa instituição milenar, cuja data de formação é imprecisa justamente por ter sido secreta e sigilosa em tempos remotos, não havendo registro da forma atual, documentado. Relembrou o conceito da maçonaria “ordem universal formada por homens de todas as raças, credos nacionalidades, acolhidos por iniciação ou congregados em Lojas, nas quais, por métodos ou meios racionais, auxiliados por símbolos e alegorias, estudam e trabalham para construção de uma Sociedade Humana,  fundada no Amor Fraternal, na esperança com amor à Deus, à Pátria, à Família e ao Próximo, com Tolerância, Virtude e Sabedoria e com a constante investigação da Verdade e sob a tríade liberdade, igualdade e fraternidade, dentro dos princípios da Ordem, da Razão e da Justiça, o mundo alcance a Felicidade Geral e a Paz Universal”. Ele destacou ainda que a instituição não faz discussões políticas ou partidárias, mas defende o voto com responsabilidade. “Exalto a doutrina máxima: ama a teu próximo. Também destaco aqui a responsabilidade do voto, na busca por um país mais justo, democrático e igualitário, onde os brasileiros tenham orgulho de onde vivem”.

Confira a lista dos homenageados:

Ademir Santana – Juvenal Cordeiro Barbosa e Audney de Souza Lima

Betinho – Jose Antonio Melquiades

Carlão – Anderson Ricardo Ferreira Gonçalves e Marcelo Gomes Lopes

Cazuza – Joaquim Pedro Martins Vieira e Sergio Ribeiro Chaves

Chiquinho Telles – Jorge Miguel de Alencar e Jean Carlo Toro Padovani

Dharleng Campos – Carlos Antonio Campos e Jorge Vanildo Rodrigues Monson

Dr. Lívio – Rogers Antonio Sampaio Prado e Rodrigo Lucchesi Cordeiro

Dr. Loester – Milton Aires Viana Filho e Voldi De Medeiros

Eduardo Romero – Anisio Aparecido Chacom e Edson Gonçalves da Silva

Enfermeira Cida Amaral – João Batista da Rocha e Valmir Faleiros

João César Mattogrosso – Eduardo Corrêa Ridel e Fábio Trad

Lucas de Lima – Valdemar Menin e Kurt Schleich Haddad

Odilon de Oliveira – Fernando César Paiva e Nelson Passos Alfonso

Papy – Antonio Bighetti e Klevin Menin

Pr. Jeremias Flores – Evandro Silva Toledo e Francisco Marsiglia Junior

Prof. João Rocha – Mauri da Costa Lima e José Osvaldo de Almeida Virgílio

Valdir Gomes – Carlos Alberto Peres Lopes e Eduardo Luiz Grossi

William Maksoud – José Carlos Barbosa de Souza e Gustávo Henrique Muller Tavares

Grande Oriente do Brasil de Ms (GOMS) – Yasuo Fukuda e Roberto Malfatti

Grande Oriente do Brasil (GOB) – Paschoal Carmello Leandro e Ivan Lopes Magalhães

Grande Loja Maçônica de MS (GL) – Ney Lacerda Faria e Asturio de Matos Osório

Câmara Municipal:

Luiz Nogueira Sobrinho

Mario Gentil Storti

Wagner Augusto Andreasi

Luis Roberto Fernandes Cabral

João Rafael Sanches Florindo

Luciano Silva Martins

José Valdecir Sousa Martins

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s