Capital terá mais uma semana de vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite

Ainda sem atingir o percentual estipulado pelo Ministério da Saúde, Campo Grande terá mais uma semana de Campanha de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), a ação foi prorrogada para até o dia 23 de setembro, devendo ser imunizadas mais de seis mil crianças na faixa etária do um a menores de cincos anos de idade, conforme o último boletim divulgado pela pasta. O Município deve imunizar 95% de um total de 47,5 mil crianças.

Dados da Sesau apontam que já foram notificados 21 casos suspeitos de Sarampo ao longo deste ano, deste total, 22 já foram descartados e apenas um, de uma criança de três anos, ainda é investigado. A secretaria deve divulgar um novo balanço atualizado da campanha de vacinação nos próximos dias, até a semana passada, a cobertura vacinal de sarampo e poliomielite estava em 85,55% e 86,06%, respectivamente.

As 68 salas de vacinação das unidades básicas de saúde (UBS/UBSF) funcionam de segunda a sexta-feira, das  7h15 às 11h e das 13h às 16h45. No sábado e domingo (22 e 23 de setembro), a Sesau vai disponibilizar quatro unidades para vacinar: Centros Regionais de Saúde (CRS) Nova Bahia, Tiradentes, Aero Rancho e Coophavila. Estes locais vão funcionar das 6h15 às 17h45, com intervalo para o almoço.

O Estado de Mato Grosso do Sul já atingiu a meta, segundo o balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, MS imunizou 152.470 (96,45%) crianças contra a Poliomielite e 151.879 (96,08%) contra o Sarampo. Em todo o país,  foram aplicadas mais de 22 milhões de doses das vacinas (11,2 milhões de cada uma). 11 estados atingiram a meta e mais de 4 mil (72%) municípios do país cumpriram a meta.

A Campanha deste ano é indiscriminada, por isso, todas as crianças nessa faixa etária devem se vacinar independente da situação vacinal. Cerca de 800 mil crianças ainda não tomaram as vacinas contra as duas doenças no país. Na faixa etária de 3 e 4 anos, a cobertura vacinal está acima da meta, com 96,95% e 95,44%, respectivamente. A maior preocupação é com faixa de um ano de idade, cuja cobertura ainda está em 85,45%.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s