Adolescente que matou professora Maria Ildonei é agredido em Unei

Um dos dois adolescentes responsáveis pelo assassinato da professora aposentada Maria Ildonei Lima Pedra, de 70 anos, foi agredido pelos internos da Unidade Educacional de Internação (Unei) Dom Bosco, em Campo Grande, onde está alojado desde que confessou o crime. De acordo com as informações, o menor teria relatado aos outros internos que havia matado ‘uma velhinha de 70 anos’, o que provocou a revolta dos demais e a consequente agressão física.

O adolescente, que é comparsa do neto da educadora, teria sido surpreendido por um grupo de cinco internos que o agrediu e ameaçou. O neto da vítima, que havia passado mal e teve que tomar uma medicação na enfermaria, não estava no momento da confusão.

A ocorrência foi registrada na sexta-feira (14), no período matutino. O adolescente agora vai permanecer isolado pelos próximos dias, enquanto que os outros internos envolvidos na agressão deverão responder por lesão corporal e ameaça. As informações foram repassadas pela delegada Ariene Murad Cury, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij), em entrevista ao site G1 MS.

O caso

Maria Ildonei
Professora aposentada Maria Ildonei foi morta pelo próprio neto.

A educadora foi encontrada morta no dia 1º de setembro, na sua residência, no bairro Jardim Leblon, em Campo Grande. A polícia concluiu a investigação e apresentou o resultado em coletiva de imprensa, na última quinta-feira (13). Os dois adolescentes de 17 anos de idade, um deles neto da vítima, confessaram o crime e disseram à polícia que ‘queriam ser psicopatas’, por essa razão, assassinaram a idosa.

No dia do assassinato, um dos menores chegou ao outro, no colégio em que estudavam, e disse que havia ‘acordado com vontade de matar alguém’. O segundo concordou e então saíram para ‘satisfazer o desejo’. A dupla foi até a casa da aposentada e a atingiram com um golpe de faca no pescoço, desferido pelo comparsa, em seguida, o neto a golpeou na região do abdômen.

Após matarem a idosa, a dupla fez uma espécie de assinatura, deixando o crucifixo no peito e os terços nos braços. Eles ainda gravaram, com o sangue da vítima, a data do homicídio em duas taças. Os adolescentes também limparam a casa e, para tentar despistar a polícia, reviraram os cômodos e quebraram os telefones celulares da vítima. Para evitar que algum vizinho os visse saindo da casa naquele horário, usaram uma máscara para fugir. Em seguida, a dupla trocou de roupa e foi para um shopping. Toda a ação durou pouco mais de uma hora.

A investigação

armas-2
Polícia apreendeu coleção de facas, soco inglês, crucifixo e uma arma de brinquedo com os dois adolescentes

A polícia chegou até o neto da vítima após o depoimento de uma testemunha, que alegou ver os adolescentes saírem da casa da professora. A polícia também sabia que o crime teria a participação de alguém conhecido da professora, especialmente pelo fato da porta ter sido fechada e trancada – a maçaneta estava quebrada e havia um jeito especifico para fechá-la. Outro ponto importante foi o fato de nada ter sido roubado da casa e que Maria não tinha nenhum inimigo ou desavenças que poderiam motivar o crime.

A investigação já tinha pistas que indicavam a participação do neto, entretanto, ele demorou para confessar o crime, fato que fez diretamente aos seus pais e depois ao delegado. O caso impressionou pela brutalidade e frieza com que foi cometido. A polícia apreendeu com a dupla uma coleção de facas, a máscara de caveira usada na fuga, um soco inglês, réplica de uma pistola, entre outros objetos. Agora, a investigação será encaminhada para a Delegacia Especializada no Atendimento a Infância e a Juventude (Deaij), os menores serão indiciados por homicídio qualificado e deverão passar por uma perícia de sanidade mental.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s