Tráfego é liberado na primeira quadra do Reviva Campo Grande

Motoristas da Capital já podem trafegar na primeira quadra que recebeu intervenção do Programa Reviva Campo Grande, na 14 de Julho, entre a Fernando Corrêa da Costa e 26 de Agosto. O trecho recebeu os serviços de infraestrutura pesada, como rede de água, drenagem, esgoto, telefonia e tubulação para rede elétrica. Todavia, a liberação do tráfego não quer dizer que a quadra foi finalizada, já que os trabalhos continuam.

A previsão da Engepar é de trabalhar até meados de novembro para liberar as quadras para o funcionamento normal do comércio no período das festas de fim de ano. Em janeiro, as obras retornam normalmente.

“As obras seguem seu ritmo normal, dentro do planejado e, assim, conseguiremos cumprir o combinado com os lojistas, de liberar o trânsito para as festas e promoções de final de ano, para retomarmos em janeiro. Até final de novembro, estará concluída boa parte das obras enterradas e ao retomarmos os trabalhos, ano que vem, será num ritmo ainda mais forte. Por isso reafirmo: não abandonem o Centro. Continuem prestigiando os lojistas do Centro e aproveitem para visitar e conhecer a obra”, declarou o engenheiro da Engepar, Carlos Clementino.

Como vai ficar 

A primeira quadra começa a tomar a forma definitiva prevista no Projeto Reviva Campo Grande, com duas pistas de rolagem, duas pistas de estacionamento e alargamento da calçada. As pistas e o estacionamento já estão prontos e as calçadas ainda serão finalizadas no período noturno, para não atrapalhar o comércio. Segundo a Engepar, a execução das calçadas deve começar ainda neste ano.

A finalização dos trabalhos ocorre no ano que vem, já que ainda serão executados o piso fuget, paisagismo, com o plantio de 200 árvores, instalação de mobiliário urbano e de câmeras de monitoramento. A requalificação prevê a modernização e implantação das seguintes infraestruturas: gás natural; rede de hidrantes; Wi Fi e CFTV; iluminação pública, sinalização viária e modernização semafórica.

A execução das infraestruturas das redes de energia elétrica e de telefonia, com fiação subterrânea, já foram finalizadas na primeira quadra. Porém, a conversão das mesmas se dará somente no ano que vem.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s