Publicado novo edital de seleção de empreendedores para incubadora

A Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da SEDESC – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia publicou na edição desta quinta-feira (25) no Diogrande o Edital 11/2018, com o chamamento para seleção de empreendimentos e/ou empresas para o Sistema Municipal de Incubação de Empresas (SMIE).

O edital é destinado para seleção de propostas aos interessados em desenvolver projetos na Incubadora Municipal Zé Pereira (artesanato), onde a modalidade oferecida é a de incubação compartilhada.

A inscrição deverá ser feita pelo candidato ao empreendimento, o qual deverá apresentar um plano de negócios simplificado até o dia 31 de outubro de 2018 na Incubadora Zé Pereira (Rua Eugênio Peron, n. 676, Bairro Zé Pereira, Campo Grande, telefone: (67) 3314 – 7472).

Após apresentação do plano de negócios, o interessado em empreender na incubadora passará por entrevista e em seguida será realizada a inscrição, sendo que a aprovação da proposta dependerá do número de vagas disponíveis na incubadora.

COMPARTILHAMENTO 

Esse chamamento tem um diferencial significativo, com a modalidade ‘incubação compartilhada’ sendo sub-dividida em duas modalidades distintas:

– Incubação compartilhada residente: modalidade onde o empreendimento é instalado em uma estação de trabalho, em sala compartilhada com outros incubados, recebendo apoio técnico de forma compartilhada com outros na mesma modalidade e na mesma área de atuação, nas áreas de gestão, desenvolvimento pessoal, tecnológico, mercado e financeiro; ficando incubado por até 24(vinte e quatro) meses;

– Incubação compartilhada não residente: modalidade onde o empreendimento tem o local de produção externo recebendo apoio técnico nas áreas de gestão, desenvolvimento pessoal, tecnológico, mercado e financeiro; ficando incubado por até 24(vinte e quatro) meses.

CRITÉRIOS

Estes são os critérios para avaliação durante o processo de seleção de novos incubados: a) potencial mercadológico, viabilidade técnica, econômica e financeira do empreendimento; b) capacidade técnica e empreendedora da equipe responsável pelo empreendimento; c) grau de inovação dos produtos, processos ou serviços a serem oferecidos; d) processo de produção não poluente; e) potencialidade de geração de emprego e renda na região onde está inserida a incubadora.

Vale lembrar que cada item desses 5 critérios para avaliação tem um peso específico e será aprovado pela comissão avaliadora o empreendimento que atingir no mínimo 60% da nota máxima. A validade do resultado final dessa seleção será publicada até o dia 11 de novembro de 2018 no Diogrande.

Em razão da aplicação da nova sub-modalidade incubação compartilhada não residente, o número de participantes deve aumentar significativamente, havendo no momento cerca de 40 interessados em participar do processo de seleção. Reunião foi realizada ontem na Incubadora Zé Pereira para que os interessados recebessem as primeiras informações sobre funcionamento do Sistema Municipal de Incubação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s