Capital tem mais um final de semana violento

Campo Grande registrou mais um final de semana violento. De acordo com as informações policiais, pelo menos três assassinatos foram registrados entre o sábado (03) e a manhã desta segunda-feira (05). Entre as vítimas está uma mulher, identificada como Daniele Alencar Viegas, de 29 anos, o jovem Luiz Roberto Pereira dos Santos, de 26, e Danilo de Souza Santos da Silva, de 36. Todos os casos estão sendo investigados e, em ambas as situações, ninguém foi preso.

Mídia 1

Daniela foi morta pelas próprias irmãs, durante briga em um bar na região da Vila Nova Capital, no bairro Moreninhas. A investigação já tem o nome das assassinas e só não conseguiu prendê-las porque um vizinho, que supostamente as escondia dentro de sua casa, não permitiu a entrada dos policiais em um mandado judicial.

Viviane, Débora e Fernanda estavam bebendo na noite de sábado, juntamente com Daniela, quando passaram a brigar entre si. Uma das irmãs estava com uma faca na mão e golpeou Daniela. Um homem que presenciou o ocorrido fez o resgate da vítima e a levou até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) das Moreninhas, porém, a mulher não resistiu aos ferimentos e morreu dez minutos depois que deu a entrada.

A polícia foi acionada e esteve na casa das irmãs, mas não havia ninguém. Em seguida, testemunhas apontaram que elas poderiam estar escondidas na casa do vizinho, de identidade não confirmada. Os policiais estiveram no local e tentaram entrar para localizar as assassinas, porém, o sujeito não permitiu e os militares foram embora.

A morte de Luiz

Dos três crimes ocorridos, o mais violento aconteceu na noite de domingo e teve como vítima Luiz Roberto. O jovem foi encontrado morto pela própria mãe, o corpo estava com as mãos e os pés amarrados e amordaçado, mas não tinha perfurações ou cortes, o que indica a possibilidade dele ter sido asfixiado até a morte. O apartamento, localizada na rua Napoleão Marques de Siqueira, no Jardim Leblon, estava todo revirado.

A polícia trata o caso como latrocínio, mas nenhuma hipótese é descartada. A investigação ouviu de vizinhos que muita movimentação aconteceu no apartamento durante a noite de sábado. Outras testemunhas disse que ouviu gritos de alguém dizendo “tio, não faça isso”, o que pode indicar que o assassino do rapaz seja seu parente. O caso foi registrado como morte a esclarecer.

Morte na antiga rodoviária

Já na manhã desta segunda-feira, Danilo foi encontrado baleado por moradores da rua Vasconcelos Fernandes, nas proximidades da antiga rodoviária de Campo Grande. Segundo as informações, a vítima gritou por socorro e caiu no meio da rua, com um ferimento no peito. Os bombeiros foram acionados, mas quando chegou o sujeito já estava morto. O caso foi registrado pela Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro (Depac), como homicídio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s