Inscrições para concurso público da PRF começam no dia 03 de dezembro

Com 35 vagas para Mato Grosso do Sul, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) abre no próximo mês as inscrições para o concurso público que ofertará 500 vagas em 17 estados do país. Para a investidura no cargo é necessário ter formação de Ensino Superior em qualquer área, carteira de habilitação (CNH) no mínimo na ‘categoria B’ e que não possua observação de adaptação veicular ou restrição de locais ou horários para dirigir. O salário inicial é de R$ 9.473,57.

Drika final

Conforme o edital, publicado nesta semana no Diário Oficial da União (DOU), as inscrições vão de 03 a 18 de dezembro, exclusivamente pelo site da Cespe (clique aqui). A taxa é de inscrição é de R$ 150,00. Podem pedir isenção da taxa candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), membros de família de baixa renda ou doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

O concurso terá duas etapas, sendo prova objetiva e discursiva, com duração de 4 horas e 30 minutos, ambas de caráter eliminatório e classificatório, além do exame de capacidade física e avaliação de saúde, apenas de caráter eliminatório. As provas serão aplicadas na data provável de 03 de fevereiro de 2019, no turno da tarde. O candidato também deve passar por avaliação psicológica, de caráter eliminatório, e avaliação de títulos, de caráter classificatório, além de investigação social, de caráter eliminatório, de responsabilidade da PRF.

A segunda etapa do concurso é o curso de formação profissional, a ser realizado em locais previamente indicados no edital de convocação.

O policial rodoviário federal tem jornada de trabalho de 40 horas semanais, entre as atividades da função estão as de natureza policial envolvendo fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo, atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários e demais atribuições relacionadas com a área operacional da PRF.

A unidade de lotação do candidato estará vinculada à UF de vaga escolhida no momento da inscrição. O ocupante do cargo permanecerá preferencialmente no local de sua primeira lotação por um período mínimo de três anos, exercendo atividades de natureza operacional voltadas ao patrulhamento ostensivo e à fiscalização de trânsito, sendo sua remoção condicionada a concurso de remoção, permuta ou ao interesse da administração.

Do total de vagas, 100 são reservadas para candidatos negros e 33 para pessoas com deficiência. Veja a distribuição das vagas por estados:

Acre (17 vagas)
Amapá (28 vagas)
Amazonas (23 vagas)
Bahia (17 vagas)
Goiás (27 vagas)
Maranhão (18 vagas)
Mato Grosso (9 vagas)
Mato Grosso do Sul (35 vagas)
Minas Gerais (57 vagas)
Pará (81 vagas)
Piauí (22 vagas)
Rio de Janeiro (10 vagas)
Rio Grande do Sul (74 vagas)
Rondônia (15 vagas)
Roraima (23 vagas)
São Paulo (19 vagas)
Tocantins (25 vagas)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s