Articulações políticas mudam resultado das eleições e Corumbá terá deputada federal após 25 anos

As articulações políticas mexeram no resultado das eleições para deputado federal em Mato Grosso do Sul e irão levar para a Câmara federal a segunda suplente da coligação ‘Avançar com responsabilidade IV’, formada pelos partidos PSDB, PP, DEM, Patriotas, PSD e PMB. Beatriz Rosália Ribeiro Cavassa de Oliveira, ou simplesmente Bia Cavassa, é esposa do ex-prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha, morto em 2017, e vai para Brasília com a missão principal de representar o Pantanal Sul-mato-grossense, algo que não acontecia há 25 anos.

Carlinos cabelo

A vaga obtida por Cavassa é resultado de duas renúncias. Primeiro, da deputada federal reeleita Tereza Cristina (DEM), que ira se tornar ministra da Agricultura no governo do novo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). Com isso, a vaga passou para o primeiro suplente, Geraldo Resende (PSDB), mas este foi anunciado nesta sexta-feira (28) como novo secretário do estado de Saúde, a partir de janeiro de 2019. Assim, sobrou para a segunda suplente, Bia Cavassa, assumir a vaga.

À Justiça, a corumbaense declarou possuir R$ 560.830,71 em bens, entre os itens listados está uma casa na Rua Colombo, 177, um veículo Renault Sandero e contas bancárias. A candidatura dela ao cargo foi um desafio, tendo em vista que havia acabado de perder o marido. Inicialmente, era cotada para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, mas aceitou o convite para tentar o quadro federal e, para a sua grata surpresa, recebeu 19,5 mil votos, ficando na suplência.

Pelas redes sociais, Bia Cavassa comentou o assunto e agradeceu o apoio recebido dos eleitores corumbaense na eleição. “[…] Torno-me a partir de agora, a sucessora natural para representar o nosso Estado de Mato Grosso do Sul na Câmara Federal.”, postou ela. “[…] Tenham certeza que levarei esse carinho em meu coração, por toda a minha vida – pois vocês foram essenciais para que o nosso sonho de ter representatividade acontecesse.”, continuou.

“Saibam que durante o tempo que durar esse mandato trabalharei com muita responsabilidade, dedicação e afinco nesse novo desafio, para honrar e respeitar não apenas os 17.834 votos recebidos dos meus eleitores e eleitoras, mas todo o nosso querido Mato Grosso do Sul.”, completou a futura deputada federal.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) também comentou sobre a ida de Bia Cavassa para a bancada federal. Na visão do tucano, ela vai cumprir um ótimo papel em Brasília e representar Mato Grosso do Sul com um olhar diferente para Corumbá e o Pantanal. “É uma bancada plural, o que é bom e vai atender interesse de vários segmentos.”, disse o governador, durante a apresentação da composição do seu primeiro escalão para o segundo mandato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s