Mulher é esquartejada, assassino segue impune

Uma mulher foi morta e esquartejada em município do Brasil. A polícia registrou como mais um crime de “feminicído”. Apenas mais um crime onde, mesmo havendo diversas denúncias de agressão e ameaças, o agressor “lixou-se” para a Justiça.

Ela foi esquartejada por ser mulher. Não foram apurados, ainda, os motivos.  Talvez ela tenha ordenado que o agressor saísse de casa; talvez ela tenha encontrado alguém que lhe valorizasse, o que o agressor não faria ou fazia. Talvez morta por apenas estar viva e buscando sua felicidade.

Mais um crime, algo assim que permitirá ao feminicida estar livre após seis anos de pena em regime fechado.

Homicidas e Feminicidas, curta pena. Mulheres denunciam, Justiça não averigua, Homens não obedecem.

Homens, são um capítulo em especial: Não conseguem sobreviver com a sua mesmice. As mulheres cresceram, assumiram seu papel na sociedade, conquistaram sua posição de seres-humanos iguais. Isso aflorou a fraqueza masculina.

Antes e sempre os “machos” mandavam, com ou sem razão, eles possuíam a razão. Hoje, “o ser igual” não convive em seus mundos sórdidos. O homem não sabe lidar com sua pequenez; quando puder e souber lidar com isso, talvez, e somente talvez, aprenda que não existe mais ou menos, apenas iguais.

Por que isso?

Para que os crimes cometidos contra as mulheres de quaisquer idades sejam mais bem analisados, o que não existe ainda hoje. Para que as restrições impostas aos agressores sejam respeitadas e cumpridas. Do que adianta colocar limites se eles não são obedecidos?

Agredir por motivos econômicos. Pseudo-morais, barganhar com os filhos, chantagear com o denegrir imagem, tudo isso é crime. Cercear a vida é agressão profunda.

Eu li

O título chamou sua leitura.  Existe uma morbidez em todos nós, agressores e agredidos. Mulher é esquartejada, assassino segue impune. Essa é a triste realidade que está acontecendo agora, nesse momento, em algum lugar do país. E lamentamos, mas pouco podemos fazer, ou muito podemos fazer.

Mulheres, permaneçam com suas denúncias; homens, Cresçam, tornem-se homens realmente e não machos ensandecidos e insanos; Justiça, faça-se prevalescer.

 

 

Um comentário sobre “Mulher é esquartejada, assassino segue impune

  1. E continuarão impunes, pq a justiça, ah, ela não é tão justa com as mulheres. Temo dizer que a justiça, salvo raras exceções é bem machista, por sinal!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s