Vereador Eduardo Romero e alguns pontos que não ‘fecham’ na acusação de estupro

A acusação divulgada pela mídia de estupro, cometida pelo vereador Eduardo Romero, pode até ter alguma verdade, mas os fatos não “fecham”.

Vamos aos pontos:

https://farinhaimoveis.wordpress.com

O estupro teria ocorrido em 12 de novembro e o menor apresentou características algum tempo depois;

essas características – “não queria mais ir à escola, reclamava muito de dores de cabeça e estava bastante arredio” são comuns em violência ou estupro contumaz – não foram apresentadas já que foi relatado o que seria apenas uma ação;

um jovem de 13 anos, nos dias atuais, não seria tão ingênuo de – seu tio estava na laje da casa – (No local, o rapaz ajudava entregando fios para o tio, que estava na laje realizando a obra.) não haver sequer chamado por ele, nenhuma tentativa de correr para fora do imóvel, nenhuma objeção a ser conduzido ao quarto;

“o autor, Eduardo Romero, chegou à casa e viu que a vítima estava sozinha” – o tio sumiu, de repente?;

poderia correr; poderia gritar uma vez que o sexo oral impede que a boca houvesse sido fechada por fita adesiva ou outros métodos, nada impedindo que pedisse por ajuda;

Eduardo Romero, inteligente, culto e homem público não iria arriscar perder toda a sua credibilidade nessas condições;

também, pelo próprio carisma que apresenta, não usaria de tais subterfúgios para tal ação.

Ação da Polícia

Sim, toda denúncia demanda uma investigação, mas “está em investigação”. Casos de estupro e, conforme denuncia a vítima, com convite para manter esse tipo de relação asquerosa – Ainda conforme a mãe, o vereador ainda convidou o rapaz para retornar à casa depois – faria a polícia tomar uma atitude mais drástica e imediata, ainda que o suposto agressor seja pessoa pública.

Delegacia da Mulher e denúncias infundadas

Existem diversos relatos desde a primeira Delegacia da Mulher, onde as “vítimas” utilizavam do depoimento de menores – filhas ou filhos – para que as pessoas interessadas conseguissem benefícios ilícitos. O setor de psicologia sempre foi muito atuante nesse aspecto e, por meio de testes e entrevistas jogassem por terra essas denúncias.

Quanto mentem os mal intencionados para atingirem seus objetivos? Apenas acredito que os fatos devem ser mais bem apurados antes que se destruam reputações e, principalmente, vidas.

3 comentários sobre “Vereador Eduardo Romero e alguns pontos que não ‘fecham’ na acusação de estupro

  1. Eu que Sou Totalmente Leiga
    Quando Li a Matéria no Midiamax
    Percebi que Tinha Algo Muito Estranho
    E Parecendo que Alguém Está Obviamente
    Tentando Sujar a Imagem do Vereador.
    Mas Tudo Será Esclarecido e Ele Inocentado!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s