De virada é mais gostoso? Operário bate o rival Comercial no Morenão

O Operário bateu o rival Comercial na tarde deste domingo (03), no Estádio Morenão, em Campo Grande, pela 5º rodada do Campeonato Sul-mato-grossense de futebol. A vitória por 3 a 1 levou o Galo da Capital aos seis pontos, saltando da 9º para a 7º colocação, fora da zona de rebaixamento. Por outro lado, o derrotado Colorado viu os líderes se distanciarem ainda mais, além de perder uma posição na tabela, caindo do terceiro para o quarto lugar.

PMCG Midia IPTU

Na próxima rodada, o Comercial recebe o líder e ainda invicto Águia Negra. A partida será no sábado (09), às 16h, em Campo Grande. Já o Operário enfrenta a SERC, no domingo (10), às 16h, no Estádio das Moreninhas.

O jogo

Sempre tratado como um ‘divisor de águas’ no Estadual, o clássico ‘Comerário’, de número 190, ficou marcado pela belíssima atuação do atacante Jorginho, que marcou duas vezes, além, é claro, da virada no placar.

Mandante do jogo, o Operário saiu atrás, tomando um gol logo aos 34 minutos da primeira etapa. Renato Maceió, em linda jogada individual, estufou as redes para o Colorado. Na comemoração, o centroavante imitou um galo diante da torcida, animal símbolo do Operário, e acabou punido com o cartão amarelo.

O empate veio nos acréscimos, aos 49, em bobeada da zaga comercialina. Após cobrança de lateral para dentro da área do Colorado, a defesa tirou muito mal a bola, que sobrou livre para Jorginho, na marca do pênalti, deixar tudo igual.

Logo em seguida, em uma divida, o lateral-direito do Operário, Murilo, acabou levando a pior e precisou ser atendido por uma ambulância. O jogador teve um corte profundo na perna direita e a unidade de resgate precisou entrar em campo para o socorro. Ele acabou substituído por Gerson.

No segundo tempo, o Galo virou o marcador logo no segundo minuto de jogo. Jorginho, de novo, recebeu o cruzamento do colega Thiago Miracema e completou para dentro da meta. Cinco minutos depois, o mesmo Jorginho foi derrubado na grande área e a arbitragem sinalizou o pênalti, que foi convertido por Alberto, ampliando os números do marcador.

O terceiro gol do Operário foi muito sentido pelo Comercial, que diminuiu o ritmo. As alterações feitas pelo técnico Mário Tilico não surtiram o efeito esperado e a derrota foi inevitável. Final, Operário 3 x 1 Comercial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s