Construção de mais de mil casas segue em ritmo acelerado em Campo Grande

Centenas de operários da construção civil trabalham em ritmo acelerado na construção de mais de mil casas e apartamentos em Campo Grande. Viabilizadas pelo Governo do Estado, as moradias serão entregues até o primeiro semestre de 2020 para 1.438 famílias que possuem renda mensal de até R$ 1,8 mil.

PMCG Midia IPTU

As unidades habitacionais são construídas nos bairros Aero Rancho, Jardim Canguru, Jardim Inápolis, Portal das Laranjeiras e Sírio Libanês com recursos dos três entes federativos: União, Estado e Município. Ao todo, são investidos R$ 138,2 milhões nos residenciais, sendo R$ 24 milhões exclusivos dos cofres estaduais.

Obra avançada

O mais avançado dos projetos em execução está o Jardim Inápolis, que fica na região do Indubrasil. Lá, 66 apartamentos que formam o residencial que leva o mesmo nome do bairro estão em fase inicial de acabamento. “Nosso contrato para entrega é agosto deste ano”, destaca o engenheiro executivo Sérgio Ewerling.

Os apartamentos têm área privativa de 49,66 metros quadrados “com o diferencial de utilização de energia fotovoltaica para áreas comuns do residencial”, explica Ewerling. Com quatro blocos, três de 20 unidades e um com seis, o condomínio já é destaque no bairro. “São os prédios da região”, avalia um morador próximo ao local.

Aero Rancho

No Aero Rancho, o bairro mais populoso da Capital, 150 operários trabalham na construção de 448 apartamentos de dois residenciais que ficam na Avenida Vereador Thyrson de Almeida, prolongamento da Avenida Ernesto Geisel. A maioria deles vive no próprio bairro, explica o engenheiro responsável Guilherme Spies.

“Foi uma preocupação nossa para facilitar a vida do pessoal. Eles vivem e trabalham no próprio bairro”, conta Spies. A equipe trabalha na fase estrutural e de alvenaria da construção. Depois de prontas, as moradias terão 46 metros quadrados – dois quartos, sala/cozinha e banheiro. A previsão de término da obra é fevereiro de 2020.

Bairros

As demais moradias ficam no Jardim Canguru (300), Portal das Laranjeiras (368) e Sírio Libanês (256). “Terão toda a infraestrutura: piso cerâmico, reboco, laje e com todo padrão qualidade”, afirma a diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s