Motoristas são presos em área nobre por dirigirem bêbados; um tentou atropelar policiais militares

Quatro rapazes foram presos entre o fim da noite de sábado (16) e a madrugada de domingo (17), em bairros de classe média alta de Campo Grande, por dirigirem embriagados. Um deles tentou atropelar policiais militares, outro tinha uma garrafa de cerveja e outros dois se envolveram em acidentes com vítimas.

De acordo com informações da polícia, o primeiro caso foi logo após às 23h (de MS), na rua Euclides da Cunha, próximo à rua Bahia. Um rapaz de 22 anos foi preso após o carro que ele dirigia bater em outro e ainda atingir um terceiro estacionado.

O jovem não aceitou fazer teste do etilômetro e os policiais elaboraram termo de constatação de embriaguez. O outro motorista fez o teste, sendo constatado que ele não havia consumido bebida alcoólica. Não houve feridos.

Logo depois, perto da primeira ocorrência, outro acidente com condutor embriagado. Dois carros bateram na avenida Mato Grosso quando um deles fazia uma manobra para entrar em uma rua.

O motorista de um dos veículos, de 31 anos, fez o teste do etilômetro, que apontou 0,55 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, sendo constatada a embriaguez. O outro condutor foi encaminhado para Santa Casa com dores e escoriações.

Já na madrugada, outros dois casos de embriaguez na mesma região. O Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (BPTran) fazia blitz na rua Euclides da Cunha quando o motorista de um carro desobedeceu ordem de parada, tentou atropelar os policiais e seguiu em alta velocidade passando em sinais vermelhos.

Os policiais conseguiram abordá-lo na avenida Mato Grosso e verificaram que tinha sinais característicos de que estava bêbado, ficando exaltado quando pedido para assoprar o etilômetro. Ele, que tem 28 anos, se negou a fazer o teste, sendo feito termo de constatação de embriaguez.

Na rua Manoel Inácio de Souza, esquina com Goiás, policiais abordaram uma caminhonete de placas de Jardim e verificaram que o motorista, de 31 anos, estava com uma garrafa de cerveja no carro, tinha odor etílico e andava com dificuldade.

Ele aceitou assoprar o etilômetro, que apontou 0,92 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões, sendo então autuado em flagrante por dirigir embriagado.

Fonte G1 MS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s