Para o que serve o alerta das barragens da Vale? Apenas como propaganda enganosa. Vergonha

Depois de cometer o crime que matou em Mariana e agora em Brumadinho, a Vale faz funcionar, sem o menor sentido – ou com todos eles – as sirenes de alerta em outras cidades ameaçadas de morte plena. Apenas um jogo de publicidade para demonstrar alguma responsabilidade que nunca teve. Nos chamem de patetas, apalermados, imbecis, seria mais digno.

Numa nota, a suposta criminosa Vale, até que se prove sua culpa, ou sua risível inocência, começa a remover moradores de áreas em Ouro Preto e Nova Lima com a explicação de que a “Medida faz parte de plano de desativação de barragens a montante”.

Foram 75 moradores de áreas próximas a cinco barragens construídas pelo método a montante nas cidades de Ouro Preto (MG) e de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). A remoção dos moradores faz parte do plano de descomissionamento (desativação) das barragens de Vargem Grande, em Nova Lima, e Forquilha I, Forquilha II, Forquilha III e Grupo, em Ouro Preto. (Fonte Agência Brasil).

Determinação da Agência Nacional de Mineração (ANM) que ordenou, também, que todas as barragens “a montante” existentes no país sejam extintas ou descaracterizadas até 15 de agosto de 2021.

Agências são as famosas “engana trouxa”. Estúpidas coisas que nos empurraram goela abaixo como se fossem controladoras de algo. Você, leitor, talvez sequer entenda o que é isso, mas sofreu e sofre nas garras dessas poderosas agências quando abastece seu carro ou moto, tudo regulamentado pela Agência Nacional de Gás Natural, Petróleo e Biocombustível (ANP); Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) que nunca chegou a termo nos acidentes aéreos; Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), também outra que não soube falar a linguagem popular pelos aumentos de energia; Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), essa é terrível, temos uma das tarifas mais caras do mundo em telefonia, que não funciona, que nos deixa à mingua nas estradas, que nos cobram tarifas absurdas; e agora a Agência Nacional de Mineração (AMN), tão desconhecida até permitir o assassinato de tantos e a destruição permanente de vidas e cidades.

Então… O crime de Mariana matou “apenas” 19 pessoas. Na contabilidade oficial, poucos. Gerou pouco impacto, o Brasil não sofreu. Extermínio de 19 é insignificante para um país pouco educado, pouco consciente de que os danos ambientais causados destruíram tudo; histórias, cidades e vidas. Mas agora foi diferente:

Centenas de mortos. Tudo destruído, A comoção nacional. Os olhos voltados com raias de sangue para esse cruel assassinato promovido por uma empresa. Pagaremos bônus e indenizações, para eles tudo se remonta a valores, como se houvesse forma de pagar um pai, uma mãe, um filho, um parente, um amigo, uma família.

Nada lhes perturba. Moram longe, alguns dos mandatários diretores, até em outros países. Aqueles países onde leis são cumpridas e eles, cumprem essas leis por medo e temor das penas, não por consciência.

Não é ridícula a atitude do presidente da empresa Vale, é um escárnio com nossa população.

Os centros urbanos de Ouro Preto, Nova Lima, Itabirito e Congonhas não serão afetados, sem a menor necessidade disparamos os alarmes. Querem o quê, disfarçar? Dizer que estão tomando providências? Desculpas para enterrar mais e mais corpos, destruir municípios e famílias?

E os nossos legisladores, o que fazem esses que moram em locais bem protegidos, longe de barragens, em condomínios fechados sob a proteção de guardas armados e particulares, sem a necessidade de utilizar o Sistema Único de Saúde, sem se importarem com os valores das mensalidades dos planos de saúde ou do custo do enterro de seus parentes, pois tudo lhes é custeado e subsidiado com nosso dinheiro?

A Vale mata, um crime violento contra os enterrados sob a lama, com os desaparecidos, com os “ninguéns”. Afinal, o que lhe custa esse pouco dinheiro? O que custa essa propaganda de transportar famílias para hotéis baratos quando muito mais custaria tempo de mídia para justificar o assassinato em massa?

Melhor disparar alarmes, divulgar e difundir a imagem de uma empresa preocupada com as populações às quais coloca em risco. Tudo isso sob o aplaudo das Agências Reguladoras, administradas por indicados de políticos. Nosso Legislativo é uma vergonha. Nosso Executivo terá que trabalhar muito para reverter esse vexame internacional. Mas quem consola as famílias? A única coisa que mais desejariam era manter sua vida simples, mas VIDA.

Para as Agências, para os deputados e senadores, para os dirigentes da Vale e seus acionistas, vamos deixar como está para ver como fica. Ninguém vai ser penalizado judicialmente, nosso judiciário é podre, toda a população sabe, apenas eles se reputam o bem sobre todas as coisas.

Há uma corja comandando o país e uma população inteira que o mantém, até pela sua própria sobrevivência, pagando tudo e, evitando chama-los de fdp, para não deturpar minha própria estirpe, mas pedindo que se acabe com o que não funciona, sem golpe, apenas pela cobrança constante de que honrem (eles não sabem o que a palavra honra significa, mas, vai que consigam ir aos dicionários, sempre há esperança) os mandatos que lhes foram outorgados pela população. Tantos não irão votar nos senhores, estão sob um mar de lama provocados por aqueles que financiaram suas campanhas.

Tinha uma ideia diferente dos israelitas, tinha sempre a noção que foi passada por Einstein, mas cai na realidade do CEO (Presidente para nós, pobres) da Vale do Rio Doce.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s