Alagamentos não serão resolvidos, aprendam a viver assim!

Todo campo-grandense sabe, basta uma chuva forte para a cidade virar um caos. É água para todos os lados, córregos sobrecarregados que há tempos clamam por socorro, ruas e avenidas mal planejadas que não têm para onde escorrer a enxurrada. Quem sofre é o povo, que dias atrás pagou o IPTU de valores altíssimos, enquanto que quem celebra são os donos das empreiteiras que receberão pelo serviço de tapa-buraco.

Não pode uma Prefeitura assistir aos estragos de mais uma chuva e continuar omissa. Aos jornalistas, o prefeito Marcos Trad falou a respeito e foi categórico ao dizer que somente a completa substituição do sistema de drenagem de Campo Grande resolveria a questão dos alagamentos. O investimento estimado é de R$ 80 milhões e, conforme expôs, os órgãos competentes não estão aprovando o financiamento.

Enquanto isso, os cidadãos deverão continuar enfrentando a chuva, torcendo para que os danos sejam apenas materiais, como aconteceu com o menino na Rua Veridiana, no bairro Mata do Segredo, que viu a enxurrada levar a sua bicicleta e só não foi junto porque um homem o salvou.

Tendo que superar o trauma de quase perder a vida, como aconteceu com o idoso de 81 anos, que ficou preso dentro do carro na rotatória da Avenida Ernesto Geisel com a rua Rachid Neder, e graças a ajuda de desconhecidos conseguiu se salvar. Ou como a mãe e o filho, também encurralados pela enxurrada na rotatória da mesna via com a Euller de Azevedo, salvos por uma equipe da Polícia Militar que passava pelo local.

Fora as inúmeras casas e comércios em diferente bairros que acabaram sendo tomados pela água da chuva, perdendo móveis, eletrodomésticos e até mesmo a alimentação. Assim foi no Comper da Joaquim Murtinho, nas lojas de uma galeria em frente ao shopping da Avenida Afonso Pena, nos comércios da Coronel Antonino.

Conforme os meteorologistas, foram 100 milímetros de chuva das 09 às 14 horas, o que corresponde a 60% de toda a média histórica para o mês, de 171,4 milímetros. Aliás, fevereiro já acumula 358,1 milímetros de chuvas, mais que o dobro do esperado para o período. A Energisa registrou até as 15h, 15,2 mil descargas elétricas e cerca de 800 solicitações de serviços.

Para completar, a previsão para essa quarta-feira (27) é de possibilidade de chuvas e trovoadas isoladas. A Defesa Civil emitiu alerta sobre acúmulo de chuvas e iminentes alagamentos em praticamente todo o Estado, com chance de deslizamentos em regiões de encosta. A partir de quinta-feira (28) o tempo deve melhorar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s