Seguro-desemprego é reajustado em 3,43% e Parcela máxima passa para R$ 1.735,29

O empregado demitido sem justa causa terá o seguro-desemprego corrigido em 3,43%, correspondente à inflação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) no ano passado, informou hoje (18) o Ministério da Economia. A parcela máxima passará de R$ 1.677,74 para R$ 1.735,29. A mínima, que acompanha o valor do salário mínimo, foi reajustada de R$ 954 para R$ 998. Os novos valores serão pagos para as … Continuar lendo Seguro-desemprego é reajustado em 3,43% e Parcela máxima passa para R$ 1.735,29

Post fixo

Bolsonaro no Twitter começa a mostrar o ‘legal’ e o ‘moral’ nos empréstimos do BNDES

O presidente Jair Bolsonaro divulgou hoje (18) na sua conta pessoal do Twitter link do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) que identifica os 11 países que usaram recursos do banco e as razões para esse empréstimo. Continuar lendo “Bolsonaro no Twitter começa a mostrar o ‘legal’ e o ‘moral’ nos empréstimos do BNDES”

Será que entrou dinheiro na sua conta?

Confira a restituição residual do imposto de Renda. Contribuintes contemplados no lote de restituição residual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física dos exercícios de 2008 a 2018 recebem hoje (15) o crédito bancário. São 257.094 contribuintes que receberão R$ 667 milhões. Desse total, R$ 268,9 milhões são para contribuintes com preferência para o recebimento: 7.677 idosos acima de 80 anos, 45.899 contribuintes entre … Continuar lendo Será que entrou dinheiro na sua conta?

CEF pode cobrar taxa de administração e de risco de crédito nos contratos do SFH

A cobrança da taxa de administração e da taxa de risco de crédito nos contratos celebrados pela Caixa Econômica Federal (CEF) no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH), com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), encontra previsão legal e, quando informada antecipadamente ao consumidor, não é abusiva. O entendimento foi da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ao … Continuar lendo CEF pode cobrar taxa de administração e de risco de crédito nos contratos do SFH

Por singelos R$ 2,00, salário mínimo não chega aos ‘milzão’

Faltou ‘ridículos’ R$ 2,00 para que o trabalhador brasileiro pudesse ter, já neste ano de 2019, o salário mínimo de R$ 1.000,00. Uma das primeiras ‘canetadas’ aplicadas pelo novo presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi o reajuste salarial, até então previsto para que fosse elevado à R$ 1.006,00. Se por um lado o bolso do trabalhador não terá as 10 notas de R$ 100,00, as contas e o preço dos produtos não deverão ter ‘o mesmo olhar’, impactando profundamente nas despesas diárias de mais de 48 milhões de famílias que sobrevivem unicamente com o mínimo no país. Continuar lendo “Por singelos R$ 2,00, salário mínimo não chega aos ‘milzão’”